III Reunião do Coema NE pretende articular interesses regional Aumentar letra Diminuir letra
04 de Novembro de 2011

Coema“A sustentabilidade da indústria pernambucana depende da uniformização das decisões tomadas em nível nacional. As peculiaridades regionais devem ser levadas em consideração no planejamento das ações”. Assim o vice-presidente da FIEPE, Ricardo Essinger, iniciou a III Reunião do Conselho Temático de Meio Ambiente do Nordeste, Coema Nordeste, nesta sexta-feira (4), pela manhã na Casa da Indústria. O encontro, promovido pela CNI, reúne representantes das Federações da indústria na região e diversos setores sociais.

Após a abertura do vice-presidente da FIEPE, o secretário-executivo do Coema Nordeste, Shelley Carneiro, também reforçou a relevância da reunião. Além de apontar a urgência de temas como urbanização e trânsito, falou da importância do Coema enquanto entidade voltada para a preservação do equilíbrio entre os interesses regionais.

Durante o dia, o secretário executivo da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente de Pernambuco apresentará palestra sobre mudança climática. Na pauta da reunião, também estão incluídas as questões da transposição do Rio São Francisco, na qual será discutido um modelo de gestão do projeto de interligação de bacias, com a visão de Pernambuco e da Paraíba.

A FIEPE também mostrará um balanço das ações do Conselho Temático de Meio Ambiente (Contema) no Estado. O presidente do conselho, Anísio Coêlho, falará das ações de educação ambiental da entidade com o setor empresarial pernambucano. Na reunião, o analista da Unidade de Meio Ambiente da CNI, Wanderley Baptista, apresentará o processo sustentável da logística reversa.

Compartilhar no Facebook Imprimir notícia Compartilhar por E-Mail Relatar erro na notícia